Nada é tão Ruim...



Nada é tão ruim..
como o cheiro de vida de cada amanhecer...
Nada é tão ruim...
como se estar de mãos dadas com a felicidade e ela não querer você...

Eu não sou feliz...
Não tão feliz quanto devia e gostaria de ser
Não tenho o tesouro mais precioso,
Não tenho com quem compartilhar cada alvorecer...

Nada é tão ruim...
quanto perder o que não se podia ter...
Nada é tão ruim...
quanto esse gosto de inutilidade que invade meu ser...

Não posso ser feliz,
Nem ao menos fazer você...
Sou uma alma condenada a vagar pela madrugada,
Pelo resto dos dias que sou forçada a viver...


P.S:Não conheço o autor deste poema.Eu o recebi há muito tempo atras pelo orkut. Achei tão lindo que guardei em meu pc.Assim como outros que recebi.Caso alguém conheça o autor original , pode me avisar, por favor, para que seja dado os devidos créditos.

Vanessa Blogueira nas horas vagas. Adora internet, apaixonada por programas gráficos, tecnologia e web design,e fascinada pela arte obscura, pela cultura gótica e manifestações artísticas ligadas ao universo sombrio.
Links:Twitter | Google+

Gostou do artigo? Compartilhe-o na rede!

Comente com o Facebook:

Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é SEMPRE bem vindo!
Assim que pudermos nós responderemos.
Ao deixar seu comentário, se quiser deixar a URL do seu blog, comente usando a opçãoOpenID
Muito obrigada e volte sempre!

 

Copyright © 2009-2015 - Universo Sombrio- Todos os Direitos Reservados | Template by Vanessa S. |